Edito Nº 31/21 que nomeia o Príncipe Hugin como Protutor da Curadoria de Justiça

Reino da Escandinávia

COROA DOS NÓRDICOS

Palácio dos Bravos

Nós, Sua Majestade o Rei Bjorn IV Nyttland, Rei da Suécia e Noruega, Rei da Dinamarca, Príncipe Soberano de Terranova e da Finlândia, Suserano de Asgard, Senhor Soberano das Ilhas do Norte, de Island, de Gronland, de Helluland, de Markland e de Vinland, Primeiro Cavaleiro do Martelo dos Nórdicos e Protetor do Norte na plenitude de Nossa régia autoridade,

Considerando que o Excelentíssimo Ansgar Grüder, titular da Curadoria de Justiça, encontra-se inativo há mais de quarenta dias e não tem respondido aos chamados da Coroa;

Considerando a necessidade de dar andamento aos processos que aguardam decisão final da Curadoria de Justiça;

Considerando a formação macronacional em Direito do atual Senescal do Reino; e

Entendendo que não há incompatibilidade entre as funções do Senescal e o trabalho na Curadoria de Justiça, já que ambas são instâncias da Coroa dos Nórdicos,

Resolvemos e declaramos que cumpram e façam cumprir o seguinte Édito Real.

ÉDITO

1- Cria o cargo de Protutor de Justiça, com a atribuição de auxiliar o Tutor de Justiça em suas atividades e substituí-lo em ausências e afastamentos.

2- Aponta e nomeia Sua Alteza o Príncipe Hugin para o cargo de Protutor de Justiça.

Firmamos este ato com Nossa chancela no Salão do Trono do Castelo dos Bravos, revogando todas as disposições contrárias, e determinando a publicação e o tombamento deste documento nos arquivo do Repositório Real na Torre de Muninn.

Dado no Salão do Trono do Castelo dos Bravos, na cidade de Estocolmo, capital da Escandinávia, aos 10 dias do mês de maio do ano de 2021, terceiro de nosso reinado.

Sua Majestade o Rei

Bjorn IV Nyttland

Rei dos Nórdicos e Protetor do Norte

Você pode gostar...

%d blogueiros gostam disto: